O PSI-20 abriu a sessão em alta ligeira, mas já inverteu a tendência e segue a perder 0,06% nos 6.978,73 pontos, em contraciclo com as pares europeias.

Destaque para o BES, que perde 0,9%, nos 0,81 euros por ação. Depois do fecho do mercado de ontem, dia em que o banco subiu mais de 6%, a agência de notação Moodys adiantou que colocou a dívida de longo prazo do banco em revisão, para uma possível descida do rating. A agência de notação fez o mesmo à divida do Espírito Santo Financial Group, mas a cotada está a subir 1,7% nos 2,30 euros por ação.

A Jerónimo Martins também cai 0,2%, com cada ação a valer 11,97, depois de ontem Alexandre Soares dos Santos ter admitido deslocalizar a sede da empresa para Genebra.

No verde, o BCP sobe 0,2%, com as ações nos 0,18 euros, depois do anunciado aumento de capital de cerca de 2.250 milhões de euros, cujo dinheiro servirá essencialmente pagar as ajudas estatais.

Já o BPI, que ontem anunciou a conclusão do reembolso das ajudas do Estado, uma tranche de 420 milhões de euros, sobe 1,8%, com cada ação a valer 1,61 euros.

Na Europa, as principais praças seguem em terreno positivo, ainda que com ganhos ligeiros: Londres sobe 0,1%, Madrid ganha 0,2%, Frankfurt e Paris apreciam 0,3% e Milão ganha 0,4%.