A Bolsa de Lisboa abriu a primeira sessão da semana em queda acentuada, e segue a perder 1,6%, nos 5.093,19 pontos, com 15 cotadas no vermelho, e seis delas a perder mais de 2%.
 
Mas a cotada que lidera as perdas é a Mota-Engil, ao tombar 6,9%, para os 3,29 euros.
 
Segue-se a PT SGPS, que derrapa 5,4%, fixando o preço das ações em 1,43 euros. A brasileira Oi confirmou esta segunda-feira que está em negociações exclusivas com a Altice para vender a PT Portugal. A operadora francesa avalia a portuguesa em 7,4 mil milhões de euros.
 
Ainda esta segunda-feira aguarda-se o registo da oferta pública de aquisição da PT SGPS por parte da empresária Isabel dos Santos. Hoje é o último dia para o fazer.
 
O setor da banca também estás a acumular perdas: o BCP desliza 2,9%, com as ações a cotar a oito cêntimos. O BPI deprecia 2,4%, fixando o preço dos títulos em 1,52 euros.
 
Destaque também para a Galp, que derrapas 2,4%, para os 9,57 euros por ação.
 
A tendência de negociação das praças europeias é, também ela, negativa, ainda que com perdas mais ligeiras do que Lisboa: Londres cai 0,8%, Paris perde 0,7%, Madrid e Milão deslizam 0,5% e Frankfurt deprecia 0,3%.