O PSI-20 fechou a sessão a ganhar 2,53% nos 5.150,10 pontos, e com apenas uma cotada no vermelho, a recuperar de mínimos de setembro.

Destaque para os ganhos do Banif, que disparou 25% no fecho, para os 0,0010 euros. Recupera também de mínimos históricos, depois do presidente executivo ter dito que está otimista quanto à venda do banco.

 Também a Galp avançou 3,7%, nos 9,90 euros, a seguir a tendência de subida do preço do petróleo nos mercados internacionais. O barril de Brent está a negociar a 38,50 dólares no mercado londrino, uma subida de 1.53%.

No setor da banca, o BPI somou 3,7%, nos 1,14 euros. Já o BCP avançou 3,5%, mantendo o preço das ações em 0,05 euros.

Apenas a Teixeira Duarte encerrou a sessão em queda, ao descer 2,4%, nos 0,37 euros.

Na Europa, os ganhos foram superiores, com os investidores de olhos postos no final da reunião da Reserva Federal norte-americana, agendada para amanhã, e na qual pode ser anunciada uma subida dos juros.

Milão fechou a disparar 3,7%, Paris ganhou 3,2%, Frankfurt subiu 3,1% Madrid avançou 3% e Londres somou 2,6%.