O preço do barril de Brent tocou novos mínimos esta quarta-feira, a cotar a 27,77 dólares o barril, no mercado londrino.

São mínimos de 12,5 anos, preços de outubro de 2003.

A descida dos preços está a fazer cair as bolsas europeias, que perdem nesta altura cerca de 3%. 

Esta terça-feira a Agência Internacional da Energia considerou que o preço do petróleo ainda pode descer mais devido ao excesso de oferta, agravado pela entrada do petróleo iraniano, e a uma desaceleração do aumento da procura dos principais consumidores. 

"Este leilão reflecte um início de ano que tem sido penalizador para o mercado accionista e obrigacionista de empresas, e acaba por haver algum refúgio em dívida soberana, apesar de ser de curto prazo", considera Filipe Silva, gestor de dívida do Banco Carregosa, citado pela Reuters.

"O grande 'garante' desta tendência de descida das taxas continua a ser o Banco Central Europeu (BCE), que tem suportado muito a dívida soberana europeia", acrescentou.