A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) reviu em alta ligeira as previsões da procura mundial de petróleo para 2013 e 2014, devido à tímida recuperação do mercado automóvel na Europa, foi esta terça-feira divulgado, nota a Lusa.

Segundo o relatório mensal da OPEP, hoje divulgado em Viena, o cartel, que fornece cerca de 35% das necessidades mundiais de petróleo, estima que a procura de petróleo seja de 89,74 milhões de barris diários em vez dos 89,71 milhões de barris diários previstos há um mês.

Para 2014, a OPEP também reviu em alta a procura de petróleo, cuja estimativa subiu de 90,75 milhões de barris diários há um mês para 90,77 milhões de barris diários.

As perspetivas relativas à procura de petróleo na Europa «melhoraram desde as últimas projeções do mês anterior, em particular em determinados países importantes da região», sublinhou a OPEP, citando a Alemanha e o Reino Unido.

«O mercado automóvel europeu melhorou consideravelmente, com um aumento das vendas de automóveis em todos os maiores mercados como a Alemanha, a França, o Reino Unido, mas também a Espanha (...)», precisa o relatório mensal da OPEP.

Nos países em crise do sul da Europa, Itália, Grécia e Portugal, a procura desceu de novo em julho, mas menos que no mês precedente, sublinha o documento.

Na região da América, a OPEP observou a manutenção de um aumento da procura em determinados produtos derivados do petróleo que confirma a tendência para «um aumento da produção industrial, um reforço da confiança dos consumidores, um aumento da atividade na construção civil e uma recuperação do mercado automóvel».