A Oi, na qual a Pharol detém 27,18%, e o fundo russo LetterOne vão começar negociações exclusivas para avançar para a potencial combinação de negócios da operadora brasileira com a TIM Participações, controlada pela Telecom Itália.

"A Oi e a L1 Technology [LetterOne Technology] passam a estar vinculadas pela exclusividade pelo prazo de sete meses contados de 23 de outubro de 2015", lê-se no comunicado, divulgado esta sexta-feira pela Oi e pela Pharol nos reguladores brasileiro e português.

No documento, a Oi explica que depois de avaliar a proposta de exclusividade do fundo russo com vista "à consolidação do setor de telecomunicações no mercado brasileiro envolvendo uma potencial combinação de negócios com a TIM Participações", enviou também à LetterOne Technology uma carta contendo uma contraproposta de exclusividade.