As principais bolsas europeias iniciaram a sessão de hoje a negociar no vermelho, arrastadas por uma nova sessão negativa dos mercados asiáticos e do preço do petróleo, com o Brent a fixar-se novamente abaixo dos 30 dólares.

Cerca das 08:20 em Lisboa, o Eurostoxx 50, o índice que representa as principais empresas da zona euro, seguia a recuar 1,70%, para os 2.950,63 pontos.

As principais praças europeias seguiam a negociar entre as perdas de 1,84% de Paris, 1,73% de Madrid e 1,64% de Frankfurt, e Londres e Milão arrancaram igualmente em baixa, a perderem 1,41% e 1,52%, respetivamente. Em Lisboa, o PSI 20 seguia igualmente em baixa, a desvalorizar-se 0,97% para 4.800,42 pontos.

A bolsa de Xangai, principal praça financeira da China, fechou hoje a cair mais de 6% para 2.783,55 pontos, a tocar em mínimos de 13 meses, no dia em que o Banco central chinês injetou 62 mil milhões de euros no sistema financeiro.

O preço do barril de petróleo Brent, para entrega em março, abriu hoje em baixa no mercado de futuros de Londres, a valer 29,50 dólares, menos 3,2% do que no fecho da sessão anterior.

As dúvidas sobre o desempenho da economia chinesa e o impacto da queda do preço do petróleo são alguns dos assuntos que a reserva federal norte-americana (Fed) vai abordar na reunião de dois dias que se inicia hoje.