A agência de notação Moodys alterou esta sexta-feira o outlook da dívida do BPI e os ratings dos depósitos de «negativo» para «estável», segundo a Reuters.

Significa isto que o rating do banco português não deverá sofrer novos cortes nos próximos meses.

Já a notação financeira manteve-se em «lixo», ou seja em «Ba3».

Segundo o comunicado enviado à CMVM, contribuíram para esta decisão «os elevados níveis de capitalização do banco», os «proveitos da atividade internacional» e a qualidade dos ativos «historicamente muito favorável» em comparação com os seus pares, o que torna o perfil de crédito do banco «suficientemente resiliente contra eventuais pressões adicionais sobre a qualidade dos ativos e rentabilidade».

A afirmação deste rating «é suportada pela visão da Moodys de que a capacidade de absorção de risco do banco se mantém resiliente, apesar da pressão de um ambiente operacional em Portugal ainda fraco».