A agência de notação financeira Moodys manteve o rating da EDP em Ba1 com perspetiva negativa, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa refere que a Moodys confirmou a notação de rating de longo prazo e de curto prazo.

A empresa especifica que todos os ratings têm outlook negativo, «refletindo incertezas regulatórias e políticas em Portugal que continuam a exercer pressão sobre os rácios de crédito da EDP».

As acções da EDP estão a recuar 0,6% para os 2,70 euros.