A Bolsa de Lisboa abriu a sessão em terreno positivo, com o PSI-20 a acumular 1,55% de ganhos, para os 4.955,76 pontos e a liderar as subidas na Europa.
 
A cotada que mais aprecia é a Mota-Engil, ao subir 3,7%, para os 2,64 euros, depois da Mota Engil África ter comunicado ao mercado q ue tem 420 milhões de euros em obras adjudicadas.
 
O setor da energia também está em alta, a acompanhar a subida dos preços do petróleo. Recorde-se que a Arábia Saudita, o maior produtor de crude, garantiu que os preços vão voltar a subir, e os mercados estão a reagir positivamente. A Galp avança 2,9%, para os 9,15 euros. Já a EDP sobe 1,5%,m com as ações a cotar a 3,26 euros.
 
No setor da banca, o BCP avança 2.4%, para os 0,07 euros, enquanto o BPI aprecia 1,7%, nos 1,07 euros por título.
 
Isolada e em contraciclo está a PT SGPS, que desliza ligeiros 0,1%, para os 1,01 euros, numa altura em que a Terra Peregrin ainda não se pronunciou sobre se deixa ou não cair a oferta pública de aquisição à cotada. A Comissão de Mercado e Valores Mobiliários decidiu não dispensar a empresa de Isabel dos Santos de lançar uma OPA obrigatória subsequente. Significa que, para isto acontecer, a empresa terá de subir a oferta, que está nos 1.35 euros por ação.
 
Na Europa, também é dia de ganhos generalizados: Paris e Londres avançam 1,2%, Milão ganha 1,1%, Frankfurt sobe 0,7% e Madrid soma 0,4%.