Os juros da dívida soberana de Portugal estão abaixo dos 6,5%, depois de já ontem terem registado uma forte descida, assim que se soube que estavam concluídas a oitava e nona avaliações da troika ao programa de assistência económica e financeira (PAEF) ao nosso país.

Esta sexta-feira os juros estão novamente a baixar, em todos os prazos. Nas obrigações a 10 anos, a taxa cai 13 pontos base para 6,491%, o valor mais baixo em mais de um mês e meio, e chegou ao mínimo diário de 6,43%. Há dois dias, a taxa estava ainda acima dos 6,8%.

A queda deu-se a partir do início da tarde de ontem, quando se soube que as avaliações da troika estavam concluídas e que o Governo se preparava para anunciar as novas medidas de austeridade acordadas com os credores externos com vista ao corte da despesa pública.

A taxa destas obrigações chegou a ultrapassar os 7,5% a 12 de julho, devido à da crise política, e só voltaram abaixo dos 7% na última semana de setembro.

Também no prazo a dois anos a taxa de juro cai 21 pontos base para 5,86%, depois de terem chegado a cair até aos 5,74%. Já no prazo a cinco anos, a taxa de juro baixa 34 pontos base para 5,17%, mas chegou a estar abaixo dos 5%.