A Goldman Sachs aumentou a sua participação nos CTT - Correios de Portugal para os 4,998% do capital social da empresa portuguesa.

Em comunicado enviado esta quinta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, os CTT informam que a Goldman Sachs comprou 7.496.479 ações da empresa, ficando com uma participação de 4,998% do capital social da empresa e respetivos direitos de voto.

A maior parte do capital dos CTT, 70%, foi privatizada este ano, com dispersão em bolsa.

Numa primeira fase, o Estado, através da Parpública, fica com 30% dos CTT, mas a médio prazo, o Estado deverá sair da empresa.