A gestora aeroportuária espanhola Aena entra em bolsa na quarta-feira a 58 euros por ação, o valor máximo do intervalo de preços, o que se traduz numa capitalização de 8,7 mil milhões de euros, anunciou esta terça-feira a empresa, noticia a Lusa.

Os dados fornecidos pela empresa em comunicado enviado hoje à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV) indicam que, com a privatização de 49% da Aena, o Estado espanhol vai receber 4,263 mil milhões de euros.

Em declarações hoje, um dia antes da entrada da Aena em bolsa (marcada para as 12:00 de quarta-feira), a ministra do Fomento, Ana Pastor, qualificou a operação como «um êxito» e garantiu que não deixará que a rede de aeroportos espanhola seja desmantelada.

Ana Pastor reconheceu que o processo de transformação da Aena foi custoso, mas permitiu sanear as contas, adequar os serviços fornecidos à procura, chegar à sustentabilidade financeira e obter mais receitas.

De acordo com a ministra, ao chegar a essas metas a empresa aumentou em 10 mil milhões de euros o seu valor, que agora ascende a 19,4 mil milhões.