A agência de notação financeira Fitch manteve inalterados os 'ratings' de longo e curto prazo da Caixa Geral de Depósitos (CGD), tal como o 'outlook' (perspetiva) "estável", informou esta sexta-feira o banco público.

"Informa-se que em 12 de maio de 2016, a Fitch Ratings reafirmou os ratings de longo e curto prazo da CGD, de respetivamente, ‘BB-‘ e ‘B’, com 'outlook' estável", lê-se no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A 22 de maio do ano passado, a Fitch cortou o rating do banco estatal para o atual nível devido ao facto de alterações das regras a nível europeu tornarem mais improvável o apoio estatal às instituições financeiras.

"Estas ações de 'rating' foram conjugadas com a revisão da Fitch para o apoio soberano à banca em termos gerais, anunciado em março de 2014. Em linha com as expectativas anunciadas em março do último ano e comunicadas com regularidade desde então, a Fitch acredita que as iniciativas legislativas, regulatórias e políticas reduziram substancialmente a probabilidade de os bancos comerciais dos Estados Unidos (EUA), Suíça e União Europeia receberem apoios estatais", justificava há cerca de um ano a Fitch.