A Ferrari estreou-se esta quarta-feira na Bolsa de Nova Iorque, com as ações a valer 52 dólares, mas depressa atingiram os 60 dólares, com subidas na ordem dos 15%.

Às 15:53, hora de Lisboa, seguiam a subir 8,1%, com os títulos a cotar a 56,23 dólares.

Recorde-se que a marca de luxo italiana tem como objetivo vender 17,2 milhões de ações,correspondentes a 9% do capital.

A Fiat Chrysler estima ganhar quatro mil milhões de dólares com a separação da Ferrari. No âmbito desta separação, a Fiat pretende entregar os restantes 80% do capital da Ferrari aos seus próprios acionistas.