A rede social Facebook vai integrar o índice bolsista S&P 500 depois do fecho dos mercados de 20 de dezembro, revelou na noite de quarta-feira a Standard & Poors em comunicado.

Como consequência do anúncio, as ações do Facebook valorizaram mais de 4% nas operações eletrónicas após o fecho dos mercados financieros depois de terem caído 1,72% na negociação de quarta-feira.

A decisão da S&P em incluir o Facebook no índice, um dos mais prestigiados de Wall Street, reforça a posição da rede social como uma das empresas mais em voga nos Estados Unidos.

A rede social vai substituir no índice S&P 500 a Terayne, uma companhia fabricante de equipamentos de teste de processadores e semicondutores.

O Facebook entra no índice 500 depois de ter feito a sua estreia em bolsa há 19 meses, em maio de 2012.

Apesar de as suas ações terem registado uma queda no primeiro ano, em agosto voltaram a superar os 38 dólares da entrada em bolsa e quarta-feira encerraram a valer 49,38 dólares.