Nesta última sessão da semana, fora dos mercados acionistas, o cenário foi de altos e baixos. A moeda única corrigiu esta sexta-feira de mínimos, mas os preços do petróleo inverteram a tendência e voltam a negociar em queda.

No mercado cambial, o euro aprecia-se 0,14% face à moeda norte-americana, em 1,2963 dólares, após ter registado ontem a maior queda diária em três anos e fixado mínimos de 14 meses.

Já os preços do petróleo voltaram a «mergulhar no vermelho» nos mercados internacionais, com o contrato do Brent, em Londres, a cair 1,2% para 100,63 dólares e o do Nymex, em Nova Iorque, 1,3% para 93,24 dólares o barril.