O Tesouro Público espanhol anunciou hoje que vai realizar esta semana a sua primeira emissão de títulos a 10 anos ligada à inflação europeia, num valor ainda não precisado pelas autoridades em Madrid.

Em comunicado, o Ministério da Economia explica que a operação, idêntica há que a Itália realizou na semana passada, é «um sinal de normalidade e reflete o bom acolhimento que as emissões do Tesouro espanhol têm entre os investidores».

Será a estreia de Espanha num mercado onde já operam, entre outros, a Alemanha, a França e a Itália.

Estes títulos ligados à inflação diferem dos outros já que o seu valor principal evolucionará segundo o Índice de Preços do Consumo Harmonizado (IPCA), excluindo o tabaco.

Ao contrário dos títulos nominais, que todos os anos pagam um valor fixo, no caso destes cresce porque o valor aumenta com a inflação.