Uma empresa russa de energia assinou quarta-feira um acordo com Damasco para a exploração de petróleo em águas sírias, revelou a imprensa local e constatou um jornalista da agência AFP no local.

O acordo foi firmado entre o ministro sírio com a área com petróleo, Suleiman Abbas, a maior empresa do país de exploração e a companhia russa Soyuzneftegaz.

Será explorada pelos russos uma área total de 2.190 quilómetros quadrados junto à costa da Síria, revelaram as fontes conhecedoras do processo.

O contrato, declarou o ministro Suleiman Abbas, tem a duração de 25 anos, embora se vá concretizar «em diversas fases», e o custo da exploração das águas é de 100 milhões de dólares, aproximadamente 73 milhões de euros.