A Comissão de Mercado e Valores Mobiliários decidiu proibir na venda a descoberto das ações do BPI, depois de estas terem chegado a tombar 16,5% na Bolsa de Lisboa e terem encerrado a sessão a deslizar 13,1%.

A proibição do short selling vigora da 00h00m desta quinta-feira até às 23h59m do mesmo dia.

Recorde-se que o BPI foi o primeiro a anunciar que iria formalizar a manifestação de interesse na compra do Novo Banco. A concretizar-se a compra, o BPI passaria a ser o maior banco português, ultrapassando mesmo a Caixa Geral de Depósitos. A nova instituição teria 12 mil colaboradores e uma rede de quase 1.300 agências.

Venda a descoberto é uma prática financeira especulativa, cujo objetivo é tentar ganhar dinheiro em épocas de baixa, com a desvalorização e quedas de preço das ações, ou outros ativos.