As ações do BPI fecharam a sessão desta terça-feira em forte alta, com uma valorização muito invulgar para a bolsa de Lisboa e a maior de sempre do banco.

Os títulos disparam 27% para 1,325 euros e ajustaram ao preço oferecido pelos espanhóis do CaixaBank (1,329 euros).

Neste momento, há apenas uma diferença de 0,4 cêntimos entre o preço de fecho das ações e o que foi oferecido na OPA lançada pelo banco catalão.

As ações do BPI estiveram durante toda a sessão em forte alta, após o anúncio da OPA, e a capitalização bolsista do banco cresceu hoje em 411 milhões de euros.

Após lançar a oferta, que equivale a mais de 1.000 milhões de euros (ME) pelos 55,9% de capital que não detém no BPI, o CaixaBank disse que o segundo maior banco cotado na Bolsa portuguesa deverá continuar a analisar a aquisição do Novo Banco.

O CaixaBank sublinhou que o preço incorpora um prémio de 27% em relação ao fecho da sessão anterior. O Grupo La Caixa detém 44,1% dos direitos de voto acionista no BPI.

O BPI contagiou positivamente todo o sector financeiro nacional. O Millennium bcp fechou a ganhar 6,93% e o Banif 3,45%.

A Bolsa de Lisboa hoje encerrou a valorizar e distanciou-se de um dia volátil por toda a Europa.