As desvalorizações de mais de 1% dos pesos-pesados EDP e Portugal Telecom são as principais razões para a tendência negativa da Bolsa portuguesa, em sintonia com uma Europa desagradada com dados macro vindos da Alemanha.

Os mercados acionistas europeus anularam os ganhos do

início da sessão e negoceiam com descidas de até 0,9% em

Madrid, após a divulgação de uma deterioração do índice

Ifo, que mede o sentimento empresarial alemão.

Por cá, o índice PSI20 cede 0,7% para 5.757,38 pontos, com 15 dos seus 18 títulos abaixo da linha de água, tendo-se negociado 43,3 milhões de ações, ou 15,7 milhões de euros (ME), na NYSE Euronext Lisbon.

Em contraciclo, a Jerónimo Martins sobe 0,2% para 9,18 euros por ação.



Do outro lado do Atlântico, os futuros do Dow Jones e do Nasdaq sobem 0,1% e fazem antever uma arranque de

Wall Street em leve alta.