O índice acionista de referência português sobe 1,5% e lidera os ganhos na Europa, suportado na valorização da Portugal Telecom e das energéticas, Galp e EDP.

As ações da PT SGPS valorizam 6,5% para 0,735 euros, depois de ontem terem chegado a disparar 15%, com os investidores a apostar que a venda dos ativos portugueses da PT Portugal à Altice será finalmente aprovada na próxima Assembleia Geral.

A próxima reunião magna de acionistas está marcada para 22 de Janeiro.

A parceira brasileira Oi, na qual a PT SGPS tem 25,6%, fechou ontem a cair 5,15%.

Suporte adicional das energéticas, que acompanham a recuperação das pares europeias e do preço do petróleo, estando o barril de Brent nos 48 dólares, quando ontem negociava junto aos 45 dólares.

A Galp Energia soma 3,3%, a EDP avança 1,43% e a EDP Renováveis sobe 0,72%.

A telecom NOS e a Mota-Engil seguem com ganhos de 2,5% e, na banca, Millennium bcp e BPI sobem 2%.

No vermelho segue apenas a retalhista Jerónimo Martins, a descer 1,4%, após ter fechado ontem com uma valorização de 9,4%.

A número dois do retalho nacional surpreendeu os investidores com um crescimento homólogo, superior ao esperado, das vendas em 2014, mitigando o cenário de deflação que enfrenta em Portugal e na Polónia, nota a Reuters.

Na restante Europa, as principais bolsas negoceiam com ganhos superiores a 1%, apoiadas na recuperação das empresas energéticas e de minérios e nos fortes resultados da sueca H&M e da alemã Beiersdorf.