As valorizações dos CTT e dos pesos-pesados Jerónimo Martins, EDP e Galp levam a Bolsa de Lisboa a recuperar do tombo de ontem e acompanhar os ganhos das pares europeias, impulsionadas por resultados que superaram as previsões dos analistas.

O índice PSI20 sobe 0,66%, com 13 dos atuais 18 títulos em alta, tendo-se negociado 62 milhões de ações ou 13,4 milhões de euros (ME), na NYSE Euronext Lisbon, nota a Reuters.

Os CTT valorizam 3,87% para 7,614 euros, após terem anunciado um crescimento do lucro de 16,5% para 52,6 ME nos nove meses de 2014, batendo as expectativas, impulsionado por um robusto aumento das receitas do segmento de serviços financeiros.

Suporte adicional dos pesos-pesados Jerónimo Martins, EDP e Galp Energia. A retalhista ganha 2,09% para 7,246 euros, a utility avança 0,5% para 3,292 euros e a petrolífera sobe 1,82% para 11,16 euros.

Em sentido contrário destaque para a queda de 1,1% do Millennium bcp, em 0,082 euros e para a descida de 2,34% da Portugal Telecom que negoceia em 1,17 euros.

Ontem, a brasileira Oi, com que a PT está em processo de fusão caiu 5,6%.

Adicionalmente, o Conselho Diretivo da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) proibiu as vendas a descoberto com ações da PT-SGPS durante o dia de hoje.

Nota final para a Impresa, a recuar 1,97% para 0,945 euros.