A Bolsa de Lisboa começou a semana negativa, com 14 dos 18 títulos em queda, acompanhando a tendência na Europa, ainda preocupada com um desfecho para a crise de dívida soberana da Grécia, numa sessão em que a Galp apresentou lucros em linha com o esperado.

A praça portuguesa cai 0,85%.

O lucro líquido ajustado da petrolífera Galp, cujas ações seguem estáveis nos 11,88 euros, mais que duplicou para 121 milhões de euros (ME) no primeiro trimestre de 2015, suportado por uma sólida recuperação nas margens de refinação, anunciou a empresa.

A EDP cai 2%, o Millennium bcp 1,3% e a telecom NOS 1,2%.

A EDP Renováveis recua 1,4%. A EDPR fechou um acordo para comprar 45% da EDP Renováveis Brasil por 190 milhões de reais ou seja 59 milhões de euros.

A Sonae cai 1,4% e os CTT 0,6%.

Pela positiva, a Jerónimo Martins ganha 0,2%,a Impresa 2,9% e a Teixeira Duarte 2,2%.

O índice que segue as 300 maiores cotadas da Europa perde 0,4%. Os investidores continuam preocupados com a Grécia.

Esta semana vai ser mais curta que o habitual. Na sexta-feira os mercados acionistas vão estar encerrados por ocasião do dia do Trabalhador.