A bolsa de Xangai caiu 1,68% hoje, um dia depois da mais acentuada queda do mercado de capitais chinês no espaço de oito anos.

O Índice Composite de Xangai, que abriu a sessão a perder 4,09%, recuperou ligeiramente ao longo do dia, mas acabou por fechar em terreno negativo, nos 3.663 pontos.

Na bolsa de Shenzhen, de menor dimensão, as ações também caíram (1,41%), pela terceira sessão consecutiva.

Depois de quinta-feira passada, a bolsa chinesa já perdeu cerca de 12%, interrompendo uma semana em terreno positivo.

A queda de segunda-feira (8,48%), descrita na imprensa oficial como "um colapso", foi a maior registada num único dia desde fevereiro de 2008.