O PSI-20 encerrou a primeira sessão da semana a cair 0,75% nos 6.802,20 pontos.

Destaque para a queda do Espírito Santo Financial Group, que derrapou 19,1%, para os 1,40 euros, acompanhado pelo BES, que tombou 16,5%, com cada ação a valer 0,60 euros. O grupo Espírito Santo continua a ver as suas cotadas a acumular perdas, numa altura que falta cerca de um mês para a assembleia geral de acionistas vote os nomes propostos para a sucessão da equipa até agora liderada por Ricardo Salgado.

Ainda no setor da banca, o BPI perdeu 3,7%, fixando o preço das ações em 1,53 euros.

Também a PT continua a ser arrastada pela polémica em torno da compra de dívida de curto prazo no valor de 900 milhões da RioForte, empresa do grupo Espírito Santo: cai 1,9%, nos 2,68 euros por ação.

No verde, destaque para os CTT, que ganham 2,5%, fixando o preço das ações em 7,26 euros. O BCP trepou 4,9% e travou maiores perdas, com as ações a valerem já 0,19 euros. Recorde-se que hoje foi o último dia de transacção das ações BCP com direitos de subscrição incorporados.

Na Europa os mercados encerraram em terreno misto, com ganhos e perdas ligeiros: Madrid e Paris desceram 0,3%, Londres e Milão caíram 0,2% e Frankfurt subiu 0,4%.