A proposta de conversão de dívida subordinada em capital apresentada pela equipa de gestão do BCP foi hoje aprovada em assembleia-geral de acionistas, permitindo um reforço de capital de 428 milhões de euros, segundo comunicado à CMVM.

De acordo com a Lusa, a oferta pública de troca (OPT) convida os investidores em obrigações de dívida subordinada do BCP a trocarem-na por ações do banco, permitindo um reforço do capital social até 428 milhões de euros, caso seja coroada de sucesso.

Os títulos serão emitidos a oito cêntimos, prevendo-se a conversão das obrigações em ações do banco, que aumentará o capital em 428 milhões de euros, permitindo, por si só, adicionar 0,7 pontos percentuais ao nível do capital.

Este é um dos 12 pontos que consta da ordem de trabalhos da reunião magna de acionistas do BCP, na qual se destaca ainda a deliberação relativa à eleição do Conselho de Administração para o triénio 2015-2017.