O Banco Central Europeu (BCE) deixou hoje as taxas de juro inalteradas, depois de as ter reduzido em março para níveis historicamente baixos, para impulsionar a inflação na zona euro.

A instituição monetária deixou a taxa diretora em zero, enquanto a taxa de juro aplicável à facilidade permanente de cedência de liquidez se mantém em 0,25% e a taxa de depósitos permanece em -0,40%.

O presidente do BCE, Mario Draghi, vai explicar estas decisões, que já eram esperadas pelos analistas, numa conferência de imprensa prevista para as 13:30 (hora de Lisboa).