Os títulos do Millennium bcp já estiveram esta manhã a cair 5%, pressionados pela operação de venda acelerada de uma participação de mais de 15% da rentável unidade polaca Bank Millennium que, apesar do impacto positivo nos rácios, deverá limitar os resultados futuros, segundo operadores.

Por volta das 10:00, tinham sido negociados quase 14 milhões de euros em ações do maior banco privado português, ou 150 milhões de títulos, seguindo a negociar nos 0,0918 euros.

«O objetivo é reforçar o capital e aliviar rapidamente os problemas», disse Albino Oliveira, analista na Fincor, à Reuters, frisando que é ainda difícil dizer se a colocação terá sucesso.


Segundo fontes, o BCP tem procura para a colocação abaixo dos 7 zlotys por ação, e a operação poderá terminar em breve.

É comum que em operações de venda acelerada, as ações sejam colocadas abaixo do preço de fecho da sessão anterior.

Os títulos do Bank Millennium seguem a cair 8% para 6,8 zlotys por papel.

«As ações do BCP estão a cair, mas temos de ter em conta que todo o mercado está a cair. A venda é positiva para os rácios de capital mas negativa para os resultados, e, com o mercado em queda, os investidores tendem a focar-se no segundo ponto», frisou Albino Oliveira.


O índice PSI20 segue a recuar e acompanha cenário europeu.