Os acionistas da Portucel aprovaram esta segunda-feira, em assembleia geral, o pagamento de dividendos no valor total de cerca 86 milhões de euros, o que corresponde a 12 cêntimos por ação, anunciou o presidente do grupo, José Honório.

À saída da reunião extraordinária de acionistas do Grupo Portucel, que decorreu num hotel em Lisboa e que demorou cerca de 30 minutos, José Honório disse aos jornalistas que a proposta de distribuição de reservas aos acionistas, apresentada pela Semapa (que é detida pelo empresário Pedro Queiroz Pereira e que detém 75,86% do capital da Portucel), tinha sido aprovada.

A assembleia geral desta tarde tinha um único ponto na ordem de trabalhos: ¿deliberar sobre a proposta de distribuição aos acionistas de reservas da sociedade, no montante de 12 cêntimos por ação em circulação, perfazendo um total de cerca de 86 milhões de euros¿, segundo a informação divulgada pelo grupo Portucel no dia 21 de outubro.

Estes dividendos serão pagos no prazo máximo de dez dias.

A Portucel afirmou, a 21 de outubro, que a distribuição desta montante não terá impacto material na sua situação financeira.

O lucro do Grupo Portucel caiu para 149,7 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, uma descida de 6,5% em relação aos 160,2 milhões de euros registados no mesmo período de 2012.