O Estado português vai voltar ao mercado na próxima semana para emitir dívida a seis e a 12 meses, esperando arrecadar até 1.750 milhões de euros.

Em comunicado hoje enviado, o IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública informou que vai realizar na próxima quarta-feira dois leilões de Bilhetes do Tesouro, com maturidades a 20 de janeiro de 2017 e a 21 de julho de 2017, com um montante indicativo global que oscila entre os 1.500 e os 1.750 milhões de euros.

O último leilão de Bilhetes do Tesouro a 12 meses ocorreu em maio deste ano, quando foram colocados 1.310 milhões de euros a uma taxa de juro média de 0,043%.

Também em maio foi realizada a última emissão de Bilhetes do Tesouro a seis meses, tendo sido colocados no mercado 520 milhões de euros com um juro médio de 0,021%.