O Conselho Geral Independente anunciou esta quarta-feira que «por decisão unânime», tomada na reunião de 26 de janeiro, o órgão indigitou Gonçalo Reis, Nuno Artur Silva e Cristina Vaz Tomé para a nova administração da RTP.

Os nomes já eram conhecidos, mas faltava a indigitação para o cargo.

Gonçalo Reis assumirá a presidência da televisão pública, Nuno Artur Silva fica como vogal, tal como Cristina Vaz Tomé, esta última como responsável pela área financeira, «de acordo com parecer prévio favorável do membro do Governo responsável pela área das Finanças», refere o CGI no comunicado.

Na quarta-feira, o Governo anunciou que o Conselho de Administração da RTP ia renunciar ao cargo após a entrega do relatório das contas de 2014, elogiando a «boa gestão» da equipa liderada por Alberto da Ponte.