O Porto tem um novo jornal, o Semanário Atlântico. O primeiro exemplar, de 24 páginas, sai esta sexta-feira para as bancas e tem o preço de venda de um euro. Estima-se uma tiragem de 6 mil exemplares.

Segundo a Lusa, o projeto com sede em Vila Nova de Gaia soma uma equipa fixa de três jornalistas e alguns colaboradores. O jornal contará também com uma edição online que será atualizada diariamente.

Segundo Miguel Ângelo Pinto, ex-chefe de redação d’O Primeiro de Janeiro e ex-diretor do Grande Porto, esta nova aposta baseou-se na falta de um jornal local no Porto.

«Queremos entrar no jornalismo de maior proximidade (…) com o qual as pessoas se identifiquem», afirmou o diretor que com o Semanário Atlântico pretende «dar voz às grandes questões da região», como a descentralização ou os projetos supramunicipais.

O semanário arriscará também nas questões da sociedade, cultura e desporto de formação, para além dos grandes temas.

A cerimónia de lançamento está agendada para esta manhã em Gaia.