O presidente executivo da  Porsche, Matthias Müller, vai ser o novo CEO da Volkswagen, avança o Wall Street Journal. Muller estava à frente dos destinos da marca de luxo desde outubro de 2010.

Vai substituir no cargo Martin Winterkorn, que se demitiu esta quarta-feira, na sequência do escândalo da manipulação de dados sobre emissões. E sai da liderança da construtora automóvel alemã com uma pensão de 28 milhões de euros. 


O board da Volkswagen disse na quarta-feira, em comunicado, que Winterkorn “não tinha conhecimento da manipulação dos dados das emissões”. E admitiu queixas-crime contra os funcionários envolvidos no esquema.

A fabricante alemã Volkswagen revelou esta terça-feira que cerca de 11 milhões de carros são suspeitos de estarem envolvidos no escândalo da manipulação de dados sobre emissões. 

A marca disse ainda que está "a pôr de lado" 6,5 mil milhões de euros para fazer face a custos de serviços e outras despesas relacionadas com esta situação e referiu ainda que espera restabelecer a confiança com os consumidores. 
 

Quem é Matthias Müller?


Muller tem 62 anos e começou a sua carreira na Audi, em 1977, onde era aprendiz de torneiro mecânico. Formou-se em Ciências da Computação e em 1984 regressa à marca que o viu crescer, assumindo um lugar de gestão no departamento de tecnologia informática.

Em 1994 foi nomeado gestor de produto do Audi A3 e em 2002 controlava todas as linhas de produtos das marcas do grupo Volkswagen. Aliás foi Winterkorn que o nomeou chefe de Estratégia de produto.

Em 2010 foi nomeado CEO da Porsche e alcançou o conselho de administração da Volkswagen, já este ano.