A atividade nos sectores dos serviços e indústria da zona euro subiu em agosto para o nível mais elevado dos últimos 26 meses, de acordo com os índices de gestores de compras (PMI) divulgados pela Markit.

O índice compósito subiu dos 50,5 pontos em julho para 51,7 pontos em agosto. O facto de o indicador se manter acima dos 50 pontos significa que há uma expansão da atividade.

O indicador para o setor dos serviços aumentou de 49,8 para 51 pontos, o nível mais alto dos últimos dois anos.

Já na indústria, o índice subiu dos 50,3 para os 51,3 pontos, o nível mais alto dos últimos 26 meses.

A produção na Alemanha cresceu em agosto ao ritmo mais rápido desde janeiro, com as novas encomendas a registarem o segundo maior crescimento dos últimos dois anos.

Contrastando, França registou a maior queda na produção em agosto, face ao mês anterior, e a atividade nos serviços caiu de uma forma mais acentuada, enquanto a produção industrial voltou a recuar.

No entanto, refere a Markit, em termos globais, a atividade industrial manteve-se estável num ritmo marginal.