A produção industrial na zona euro atingiu, em janeiro, um máximo dos últimos 32 meses, sustentada pela Alemanha e ajudada pela França, segundo índices publicados esta segunda-feira pela empresa de serviços de informação financeira Markit.

O PMI (Purchasing Managers Index) do setor industrial da Markit para a zona euro atingiu 54 em janeiro, contra 52,7 em dezembro.

A Markit afirmou que a expansão de janeiro foi a maior desde maio de 2011, tendo o índice do setor industrial subido nos últimos quatro meses.

Um índice PMI inferior a 50 significa contração, enquanto um superior indica expansão da atividade.

«A recuperação da produção industrial na zona euro ganhou um novo e importante fôlego em janeiro», informou o economista da Markit Chris Williamson.

Os dados publicados hoje sugerem que a economia dos Estados da zona euro deverá crescer entre 0,4% e 0,5% no primeiro trimestre deste ano, referiu ainda Chris Williamson.

O índice PMI do setor industrial da Markit é calculado com base em inquéritos a cerca de 5.000 empresas que operam na zona euro.