A casa mais cara do mundo está à venda. É uma mansão, que pertenceu ao Rei Leopoldo II, em Saint-Jean-Cap-Ferrat, no sul de França. O valor? Nada mais, nada menos do que mil milhões de euros. 

A propriedade tem dez quartos, uma piscina de tamanho olímpico, com cerca de 50 metros, e está situada numa encosta perto de Nice. Foi construída em 1820 pelo Rei Leopoldo II, mas depois disso já conheceu outros proprietários. 

Atualmente, a casa mais cara do mundo é de Suzanne Marnier-Lapostolle, que pertence à família que criou e gere a famosa empresa de licores "Grand Marnier".

Mas não é só. O espaço onde está situada a mansão inclui um jardim botânico com uma área de 14 hectares, que é considerado um dos mais bonitos da Europa. Dentro da propriedade há lugar ainda para uma capela, um jardim interior, vários estábulos e cerca de 20 estufas, com 15 mil plantas. 

A mansão dispõe também de um salão de festas.