“O Governo está empenhado na solução do problema”, defendeu Ricardo Ângelo, recusando-se revelar quem lidera e quem integra o referido grupo de trabalho, que irá “criar um molde que seja aceite por todos os intervenientes para chegar a uma solução”.






“Mas caso haja algum entrave neste caminho que está a ser seguido, estamos dispostos a voltar a protestar na rua”, justificou.


concentraram-se esta manhã