O grupo de lesados do BES, que se manifestou esta quinta-feira  em Vilar Formoso, concelho de Almeida, distrito da Guarda, cortou momentaneamente às 11:20 o acesso automóvel a Espanha, nas antigas portagens.

A manifestação, como observou a agência Lusa no local, obrigou a GNR a desviar o trânsito no sentido Portugal – Espanha por uma via alternativa, pelas traseiras de um antigo edifício alfandegário.

O protesto começou frente à dependência do Novo Banco, mas a proximidade ao posto fronteiriço levou a centena de manifestantes a avançar e a cortar a estrada de ligação à fronteira.

A confusão instalou-se entre os populares e a polícia. Houve empurrões, roupa rasgada e gente atirada ao chão. Ninguém ficou ferido.

Cerca de 120 manifestantes afirmaram ter sido enganados ao adquirir papel comercial do Grupo Espírito Santo (GES) aos balcões do Banco Espírito Santo (BES) e pretendem ser reembolsados.

Na próxima quinta-feira (27) os lesados do BES vão protestar pelo reembolso do papel comercial frente ao Ministério das Finanças a partir das 11:00, uma manifestação agendada pela Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial e anunciada no seu site.