A troika regressa a Portugal já na segunda quinzena de outubro.

Os peritos da Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional (FMI) e Banco Central Europeu (BCE) voltam à capital para a primeira supervisão depois do encerramento do programa de ajustamento.

«A primeira avaliação pós-programa decorrerá na segunda quinzena de outubro deste ano, após a entrega da proposta de Orçamento do Estado para 2015 na Assembleia da República. O Governo português e as instituições internacionais envolvidas comunicarão oportunamente as datas exatas da missão», lê-se no comunicado do Ministério das Finanças enviado esta quarta-feira às redações.

No dia 26 de agosto, o porta-voz da Comissão Europeia já tinha afirmado que a troika voltaria a Portugal em outubro para esta primeira revisão.

Os técnicos da troika vão estar em Lisboa pouco depois da entrega do Orçamento do Estado para 2015, que contará com uma meta de défice de 2,5%.

O orçamento terá que ser entregue na Assembleia da República até 15 de outubro.

VÍDEO: Troika volta a Portugal