A ministra das Finanças diz que não possui qualquer poupança, e que neste momento tem pouca margem para poupar porque, como a maioria dos portugueses, tem menos rendimentos. «Eu também sou funcionária pública», lembra.

Ministra promete: «Reporemos salários e pensões assim que possível»>

Em entrevista à SIC, Maria Luís Albuquerque justificava assim o facto de não ter um Plano Poupança Reforma, nem ter planos para constituir um em breve: «Neste momento tenho o mesmo impacto que muitos outros portugueses: tenho rendimentos diminuídos e continuo a ter três filhos pequenos. Neste momento tenho pouca margem para poupar».

Questionada sobre outras poupanças que pudesse ter, a ministra negou ter qualquer pé-de-meia: «Não tenho poupanças neste momento», garantiu, lembrando que «a minha declaração, do que eu tenho, é pública no Tribunal Constitucional»

«Tenho uma casa, que estou a pagar. Tenho despesas, e menos receita, porque somos afetados como todos. Além do mais sou funcionária pública», lembrou.

A ministra admitiu no entanto que, apesar de todos serem afetados pelos cortes, «naturalmente, uns (são) sempre mais que outros, e quem tem muito sente sempre menos, porque mesmo que se tire muito, faz menos diferença do que a quem tem pouco. Daí a preocupação que o Governo tem sempre tido em proteger os mais desfavorecidos», concluiu.