Mais de 7,8 milhões de consumidores estão habilitados a ganhar um automóvel topo de gama na primeira lotaria da 'Fatura da Sorte', que decorre esta quinta-feira à noite, segundo informação da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).

«Mais de 7,8 milhões de consumidores portugueses estão habilitados aos sorteios de hoje, em resultados dos respetivos números de informação fiscal [NIF] se encontrarem inseridos em faturas que nos foram comunicadas. Ou seja, encontramo-nos confrontados com um nível de envolvimento dos cidadãos que ultrapassa as expectativas iniciais mais otimistas», lê-se num documento interno enviado pelo diretor geral da AT, José Azevedo Pereira, e a que a agência Lusa teve acesso.

No documento, José Azevedo Pereira considera que a população portuguesa «correspondeu de forma impressionante à expectativa» da AT, que procura, com este sorteio, «sensibilizar os cidadãos para o seu papel no combate à economia paralela e à evasão fiscal».

A primeira lotaria 'Fatura da Sorte' realiza-se hoje, dia em que o Governo sorteia dois automóveis de gama alta, colocando Portugal e Eslováquia como os únicos países do euro com este tipo de medida.

Todos os contribuintes que peçam fatura com NIF na compra de quaisquer bens ou serviços em território nacional estão automaticamente habilitados a participar no sorteio.

Quem pedir faturas com o número de contribuinte, mas não quiser ser considerado para os sorteios terá de o comunicar à AT, através do Portal das Finanças.

O sorteio 'Fatura da Sorte' vai ser feito em função do valor global das faturas de cada contribuinte e não em função do número de faturas emitidas. Ou seja, um contribuinte que, ao longo de um mês, peça faturas com o seu NIF no valor total de 100 euros tem direito a dez cupões para o sorteio.