Os investidores estrangeiros injetaram em Espanha 38.632,8 milhões de euros nos sete primeiros meses do ano, invertendo a fuga de 235.375,7 milhões de euros do mesmo período de 2012, informou o Banco de Espanha.

Em julho os investidores estrangeiros retiraram de Espanha 2.864,3 milhões de euros, valor que é cinco vezes inferior ao registado no mesmo mês do ano passado, quando a 'fuga de capitais' ascendeu a 15.030,3 milhões de euros.

Apesar dessa melhoria homóloga em julho a saída de capital foi maior do que em junho quando saíram do país 541 milhões de euros.