A Estradas de Portugal (EP) anunciou esta segunda-feira que prevê um investimento de quase 20 milhões de euros na reparação da sinalização e dos equipamentos de segurança, com obras concluídas ou lançadas em 2013.

Em nota enviada à Lusa, a empresa pública explica tratarem-se de intervenções na sinalização rodoviária, nomeadamente através do reforço, reparação e uniformização das marcações rodoviárias e da sinalização vertical.

Estas preveem ainda a modernização dos equipamentos semafóricos e a colocação de sistemas de retenção rodoviários, destinados a minimizar as consequências de eventuais despistes.

A melhoria na qualidade da sinalização é a prioridade deste investimento, que conta com 12 milhões de euros de obras em curso em todo o país.

«Visam garantir as melhores condições de segurança, circulação e conforto dos utilizadores das estradas que a cargo da EP», sublinha a empresa.

Além das intervenções em curso já foram concluídas este ano várias obras de reparação de equipamentos de sinalização e segurança rodoviária, estimadas em mais de sete milhões de euros.

Na mesma nota, a empresa recorda que na rede concessionada o número de vítimas mortais provocadas diminuiu 61% entre 2005 e 2012. Ou seja, menos 354 vítimas mortais em acidentes rodoviários naquela rede, que conta com 14.100 quilómetros de estradas.

«Trata-se obviamente de um trabalho que requer uma permanente dedicação da empresa com metas e objetivos específicos e que estão definidos no Contrato de Concessão que a EP estabeleceu com o Estado», assume ainda.