O ministro grego da Economia, Giorgos Stathakis, revelou este sábado que o controlo de capitais é para continuar. Em entrevista à Mega TV, citado pela Reuters, o governante sublinhou que mesmo que os bancos abram esta semana a restrição aos levantamentos bancários vão permanecer durante algum tempo.

"Irá continuar por dois ou mais meses", antecipou.



Desde que os bancos encerraram portas cada grego só pode levantar até 60 euros por dia.

Giorgos Stathakis defendeu ainda que o governo de Tsipras deve ser remodelado. “Pelo menos é o que eu faria”, sublinhou, referindo-se aos que não concordam com o plano do governo enviado a Bruxelas.

Em Bruxelas, o Eurogrupo ainda decorre, sem hora de término.Os ministros das Finanças da zona euro disseram este sábado a Euclid Tsakalotos que Atenas vai ter de propor reformas mais profundas para convencer os credores a aceitar negociar um terceiro resgate, segundo a Reuters. 

Duas fontes citadas pela agência de informação revelaram que há um consenso entre os 18 ministros sentados à mesa de que a Grécia tem de convencer os credores de que vai efetivamente honrar as suas dívidas.