O primeiro-ministro grego garantiu esta segunda-feira que não vai aumentar o IVA na eletricidade. À chegada a uma reunião com o presidente do Banco Central Europeu, Tsipras sublinhou:
 

“Esperamos conseguir uma solução viável financeiramente, deixar para trás os saldos orçamentais primários, salvaguardar os salários e as pensões e evitar aumentos “excessivos e irracionais” na eletricidade”


Este domingo Atenas voltou a enviar uma proposta aos credores internacionais, em que admite subir o IVA em alimentos e no setor da hotelaria, ao mesmo tempo que propõe o congelamento das pensões antecipadas e cortes nas pensões mais elevadas.

Embora a proposta seja mais aproximada às exigências dos credores, o presidente da Comissão Europeia quis refrear as expetativas:

”Foram feitos progressos nos últimos dias, mas ainda não estamos lá”


O comissário europeu para os Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, admitiu esta segunda-feira que “o destino da Grécia e do euro são hoje jogados em boa parte”, horas antes do início de uma cimeira extraordinária dos líderes europeus.