O Fisco detetou 533 milhões de euros de impostos em falta no ano passado, menos 6,9% do que o verificado em 2012. Dados do relatório da Inspeção Tributária e Aduaneira de 2013 mostram que as em,presas foram o principal alvo do Fisco, de um total de 80.311 inspeções feitas no ano passado, escreve o Diário Económico.

O relatório destaca 51 milhões de euros detetados pela Unidade dos Grandes Contribuintes. O IVA, aliás, representa 92% do total de impostos detetados em falta.

Entre as inspeções realizadas, 37.070 foram as chamadas ações com ordem de serviço, destinadas à comprovação e verificação de contas. As restantes foram de informação e prevenção.

O Estado não deverá conseguir recuperar a totalidade do montante, apesar de 119 milhões já terem sido regularizados de forma voluntária.