A maioria dos gestores portugueses (65%) acredita que Portugal está pronto para regressar aos mercados em 2014, segundo o Barómetro Kaizen citado pelo Jornal de Negócios.

Num inquérito em que participaram 131 gestores de topo do setor empresarial, ouvidos entre 10 e 19 de fevereiro, 77% afirmaram que acreditam que a passagem de Portugal por um programa cautelar é algo «positivo para o país», contra apenas 11% que consideraram negativo. Os restantes 12% acreditam que esse rede de segurança «é desnecessária».

Do ponto de vista interno, a grande aposta económica do país deverá ser a reindustrialização (61%), a economia do mar (16%) e o turismo (13%).

Os gestores nacionais apontaram também o aumento da rentabilidade e a abertura a novos mercados como as grandes apostas para 2014 (78%). Seguem-se a inovação, redução da despesa e do desperdício.