subida de 4% das exportações



Recorde-se que já Cavaco Silva antecipou que o crescimento económico poderia ser acima dos 2% este ano. Paulo Portas admitiu o mesmo crescimento, mas "nos próximos anos".

Na última atualização das previsões, no Programa de Estabilidade, o Governo reviu em alta a estimativa de crescimento para este ano, para 1,6%.